quarta-feira, 28 de outubro de 2015

(28 de outubro) Capitão Joaquim Tavares

No dia 28 de outubro faleceu em sua fazenda no distrito do Rosário, deste município, o capitão Joaquim Tavares Coimbra, que ali viveu 64 anos.

Suas nobres qualidades pessoais e seus sentimentos de patriotismo tornaram o capitão Tavares um dos homens mais estimados do Rosário, onde ele prestou excelentes serviços, como juiz da paz durante anos, subdelegado de polícia e procurador da igreja.

Foram ele e o comendador José Esteves os que promoveram, de sociedade, a construção da Ponte Nova, sobre o Rio Grande, entre este município e o de São João del-Rei.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

(27 de outubro) Tenente Firmino Sales

Foi um homem de ação e de vontade o tenente Firmino Antônio de Sales. Educado na escola do dever e do trabalho, acostumado desde a infância a uma vida austera, sem conhecer nenhum dos vícios do mundo, ele imprimiu à sua existência um tal caráter de seriedade e de energia que a todos inspirava confiança e respeito. Se houvesse cursado estudos regulares, teria sido o tenente Firmino Sales um extraordinário homem de governo, com a sua prontidão de resolver e de executar, com a sua admirável dedicação ao trabalho, com o seu elevado tino administrativo. A ordem perfeita que reinava em sua fazenda, o esmero que se notava nas menores particularidades de seu lar, a linha de correção da qual ele não deixava afastar nenhum dos filhos, é coisa difícil de conseguir de um modo igual e constante.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

(26 de outubro) Coronel José de Lima

Sobre o coronel José Antônio de Lima, o homem que até o presente maior influência exerceu no distrito de São João Nepomuceno, deste município, endereçou-nos as seguintes linhas o sr. tenente Licas de Lima:

“O coronel José Antônio de Lima faleceu em 26 de outubro de 1881 com 58 anos de idade. Foi proprietário neste Estado e no de São Paulo, assim como negociante no Rio de Janeiro.

“O coronel Lima revelou sempre em seus atos muita energia e atividade. Seu notável espírito de ordem e de economia dava idéia de que ele seria um hábil financeiro deste país, se tivesse seguido à carreira das ciências.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

(15 de outubro) Dia dos Professores - Discurso de Firmino Costa

"Há de o professor ter amor à sua profissão, para servi-la proveitosamente, para acompanhar os progressos dela; há de o professor compenetrar-se de sua nobre posição na sociedade e de sua real influência na formação do caráter nacional, e, conseguintemente, nos destinos da pátria; não pouco dependerá dele a felicidade futura de seus alunos; em muito influirá ele para a verdadeira prática do regime democrático; da escola cabe-lhe fazer um prolongamento do lar; do ensino importa-lhe fazer uma ocupação alegre e atraente para seus discípulos. Cumpre ao professor cuidar da educação de cada aluno sem outra distinção que a do mérito próprio de cada um deles: com este culto constante rendido à justiça, o educador concorrerá eficazmente para que o menino não venha a ser um revoltado contra a sociedade, e sim um cooperador sincero do regime soberano do direito". 

[Prof. Firmino Costa, Discurso de Inauguração do 
Grupo Escolar, 1907]

terça-feira, 13 de outubro de 2015

(13 de outubro) Aniversário de Lavras

De acordo com decreto de 13 de outubro de 1831, as seguintes povoações foram elevadas à categoria de vila: Curvelo, Tijuco (atual Diamantina), Pouso Alegre, Rio Pardo (de Minas), São Manoel do Pomba (hoje é Rio Pomba), Vila Risonha de Santo Antônio da Manga de (São Romão) e LAVRAS DO FUNIL.

A elevação à vila representa a emancipação política de uma freguesia através da criação de uma Câmara Municipal própria.

Em 20 de julho de 1868 uma lei provincial eleva a vila das Lavras do Funil à categoria de cidade, agora passando a se denominar apenas Lavras.

Esta confusão de datas fez com que de 1914 a 1978 o feriado de aniversário fosse comemorado no dia 20 de julho. A data de 13 de outubro foi definida pelo prefeito Maurício Pádua nos preparativos para as comemorações do Sesquicentenário de Lavras, em 1981.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

(9 de outubro) Romão Fagundes

O registro de óbito deste que foi o fundador do arraial de Perdões, de nosso município, está assim concebido à folha 37 v. do livro respectivo:

“No ano de mil oitocentos e vinte e seis, no mês de outubro, falecendo com todos os sacramentos, o Sargento-Mor Romão Fagundes do Amaral de oitenta e quatro anos, casado com d.ª Maria José da Encarnação, foi acompanhado pelo padre Manuel Machado e pelo vigário Aleixo Antônio da Mota, encomendado pelo mesmo e sepultado dentro da capela do Senhor Bom Jesus dos Perdões, de que fiz este assento. O vigário encomendado Francisco de Paula Diniz”.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

(6 de outubro) D.ª Vitória de Paiva

No dia 6 do corrente, às sete horas da noite, faleceu nesta cidade a ex.ma d.ª Vitória Maria de Paiva, digna professora do Grupo Escolar.

Nomeada por ato de 29 de abril de 1897 professora da segunda cadeira do sexo masculino desta cidade, a ex.ma d.ª Vitória de Paiva exerceu aqui o magistério desde 26 de julho daquele ano, data em que tomou posse, até ser transferida, em 29 de abril do ano passado, para este estabelecimento de ensino. Aqui, no Grupo Escolar, ela não poupou esforços para o desempenho de seus deveres, procurando por em prática a reforma da instrução e interessando-se pela elevação de sua aula. Dotada que era de muitas virtudes, d.ª Vitória de Paiva foi um exemplo de dedicação ao trabalho e de sacrifício pelo bem de seus filhinhos. Mãe de família verdadeiramente carinhosa, ela não se cansou de promover a felicidade de seu lar, e talvez devido a seus múltiplos trabalhos foi-lhe enfraquecendo o organismo, que a última enfermidade encontrou já sem forças bastantes para triunfar da morte.

sábado, 3 de outubro de 2015

Trem de Passageiros entre Lavras e Três Corações

TREM DE PASSAGEIROS ENTRE LAVRAS E TRÊS CORAÇÕES - RELEASE


O Sul de Minas está prestes a ter de volta um pouquinho do que foi perdido há vários anos atrás: trens carregando gente. Pelo esforço de anos de vários entusiastas do transporte ferroviário, Lavras e Três Corações podem começar a se preparar para andar novamente de trem. Este trem poderá se chamar “EXPRESSO DO REI”. 

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

(2 de outubro) Major Joaquim de Abreu

Em 2 de outubro de 1887 faleceu o major Joaquim Antônio de Abreu, aos 85 anos de idade.

É este um nome que merece a gratidão dos lavrenses. O major Joaquim de Abreu foi um dos que mais trabalharam pelo progresso de Lavras. Para todos os benefícios públicos de seu tempo ele cooperou com a sua bolsa e quase sempre também com a sua pessoa.