quinta-feira, 24 de setembro de 2015

(24 de setembro) Coronel Joaquim Francisco da Costa

Foi um homem de caráter e de ação o coronel Joaquim Francisco da Costa. Ao distrito de Perdões, deste município, onde ele residiu por longos anos, prestou o venerando coronel serviços valiosos. Nem àquele distrito nem ao nosso município ele jamais recusou o seu trabalho de verdadeiro patriota: serviu com toda a dedicação os cargos de vereador, de juiz de paz, de subdelegado de polícia, de inspetor escolar, e não só uma vez, porém diversas.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

(21 de setembro) Doutor José Esteves

Para comemorar esta data com enorme saudade transladamos alguns trechos da notícia que escrevemos há três anos:

Bem poucas vezes sentiu esta cidade tão grande abalo como o que lhe causou a morte do dr. José Esteves de Andrade Botelho. Era de razão que assim fosse: a esse distinto lavrense consagrava o povo uma estima tão grande quanto sincera. O dr. José Esteves conquistara essa estima com a sua vida prestimosa, com sua bondade constante, com a sua adorável modéstia, com o seu amor.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

(16 de setembro) Padre José Bento Ferreira de Mesquita

Padre José Bento
Ferreira de Mesquita
(1825  1893)
José Bento Ferreira de Mesquita nasceu em Três Pontas, em 1825. Sentindo-se chamado por Cristo, seguiu para Mariana onde estudou e recebeu o sacramento da Ordem em 1856. No ano seguinte, o padre se dirigiu para Lavras, tornando-se pároco de Sant’Ana pelos próximos 35 anos – recorde que ainda permanece. O professor e historiador Firmino Costa escreveu que o padre José Bento se notabilizava por sua “hospitalidade, que nunca recusou a quem quer que fosse, e a caridade que jamais cansou de praticar”. Diz-se que era tão hospitaleiro, acolhendo todos os viajantes sem distinção, que esta era a razão pela qual não existiam hotéis ou pensões na cidade. Também ajudou na edificação da Santa Casa de Misericórdia.

Faleceu em 1893, mas sua memória nunca foi esquecida. Quando da reforma de seu túmulo, em 1960, uma misteriosa água começou a brotar da terra. Desde então, tradicionalmente os fiéis lá comparecem para se benzerem com a água. Segundo um levantamento realizado pelos devotos do vigário, disponível no arquivo da paróquia de Sant’Ana, nos últimos cinquenta anos mais de 250 pessoas registraram graças e curas alcançadas por intermédio do grandioso padre José Bento.

domingo, 13 de setembro de 2015

(19 de junho) Zenita Guenther

Geovani Németh-Torres, Agosto de 2015 

* Publicado na Wikipédia

Zenita Cunha Guenther, PhD, (Cruzeiro, 19 de junho) é doutora em Psicologia da Educação e mestre em Orientação e Aconselhamento Psicológico pela Universidade South Florida. Há 40 anos vem se dedicando à pesquisa e prática em Educação Especial para Dotados e Talentosos, envolvida na formação de professores em todos os níveis de ensino.

sábado, 5 de setembro de 2015

Centro para Desenvolvimento do Potencial e Talento

Geovani Németh-Torres, Março de 2011 (atualizado em Agosto de 2015) 

 * Publicado na Wikipédia

O Centro para Desenvolvimento do Potencial e Talento (CEDET) é um centro de Educação Especial idealizado pela educadora Zenita Guenther como um espaço físico e social estruturado para a dinamização da metodologia CEDET – “Caminhos para Desenvolver Potencial e Talento”, cuja proposta é construir um ambiente de complementação e suplementação educacional de apoio ao aluno dotado e talentoso matriculado em diferentes escolas, nos diversos sistemas e níveis de ensino [2]. 

A organização do CEDET apóia-se em um referencial teórico construído em bases derivadas do pensamento humanista em Educação, como documentado em Helena Antipoff, Abe Maslow, Art Combs, seus seguidores e colaboradores. Nessa maneira de pensar, a Educação abraça o compromisso de proporcionar oportunidade, intencionalidade e direção ao projeto educativo da criança talentosa e mais capaz, centrado não especificamente nos sinais de talento captados, mas nas áreas básicas à formação humanista: a própria pessoa (autoconceito); convivência com os outros (conceito do Outro) e relações com o ambiente (visão de mundo) [2].