quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Livro: Lavras Sport Club: Documentos Históricos do Pioneiro de Nosso Futebol (1913-1937)


Lavras Sport Club:
Documentos Históricos do Pioneiro
de Nosso Futebol (1913-1937)


Enquanto vivemos um momento de grande importância histórica estando às vésperas da segunda Copa do Mundo de futebol disputada em solo brasileiro, muitos lavrenses talvez desejassem que a situação de nossas equipes locais estivesse em melhores condições, semelhantes aos tempos de triunfos e conquistas que jazem num passado cada vez mais distante. Felizmente notícias recentes sugerem que essa apatia e hibernação de nossos clubes tradicionais pode estar próxima de acabar, como o anúncio do retorno do Fabril às disputas do Campeonato Mineiro. Torçamos!

 Já foi dito que a tragédia do homem é o esquecimento. É, pois, lamentável que o centenário do futebol lavrense, comemorado neste ano, foi quase totalmente ignorado pelos nossos conterrâneos. De fato, foi em 3 de agosto de 1913 que tudo começou. Nos românticos anos da Belle Époque, quando nossa cidade passava por drásticas e decisivas mudanças, alguns jovens ávidos por novidades e cheios de energia e iniciativa fundariam nosso primeiro clube futebolístico, o Lavras Sport Club.
Este volume é uma coletânea de textos que fazem parte dos arquivos do Museu Bi Moreira e que retratam a história do pioneiro do futebol lavrense. O mais importante, sem dúvida, é o emocionante registro das memórias de Getúlio de Oliveira, um dos fundadores do clube, escrito em sua velhice já no início dos anos 1970. As crônicas de Getúlio são fontes inestimáveis, já que, como o próprio autor comenta, foram poucos os arquivos do Lavras que sobreviveram ao tempo, vitimados pelo descaso irrefletido e que contribuíram para a ignorância de nossa história esportiva. Não deixa de ser um paradoxo atual que, se boa parte dos lavrenses se interessam por futebol – de outros centros, Estados, continentes... – há também quantidade não menor de torcedores que simplesmente desconhecem as histórias do futebol de sua cidade!
Verdade seja dita, raras são as pessoas ainda vivas que chegaram a assistir as partidas no campo da Rua do Fogo naqueles tempos tão recuados, como o derby local contra o Instituto, o clássico regional contra o Athletic de São João del-Rei ou a partida épica contra o Clube Atlético Mineiro em 1929. Foi justamente este o apogeu do Lavras.
Na década seguinte, quando o futebol brasileiro definitivamente se profissionalizava, o clube se viu em dificuldades administrativas frente este novo panorama, assim sua trajetória foi parcialmente interrompida em 1937, através da absorção do clube à recém fundada Associação Olímpica de Lavras. Começava aí um novo capítulo nos anais esportivos lavrenses, encabeçados pela Olímpica, pelo Fabril e pela Ferroviária... mas esta é uma história ainda a ser contada...
Geovani Németh-Torres 
CLIQUE NESTE LINK PARA LER O LIVRO.

2 comentários:

  1. E autor Németh és origin de hungria como mi ( visito me facebook page de frança Janos Pascal Németh )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Szia, Németh János volt a neve a nagyapám!

      Excluir