sábado, 19 de maio de 2018

História da Paróquia de São José de Itumirim

Paróquia de São José (Itumirim)

Forania de Lavras
Padroeiro: São José
Dia Maior: 18 de março
Pároco: Pe. Bolívar Vieira de Resende Queiroz

Itumirim ainda chamava-se Coruja quando a pequena capela de São José do Capivari foi construída na cidade, em 1891. E já tinha mudado de nome quando Dom Inocêncio Engelke, bispo de Campanha, em visita Pastoral ao local, pediu que fosse construída uma igreja maior, inaugurada em maio de 1931. Quase quatro anos mais tarde, em 15 de janeiro de 1935, nascia a Paróquia São José, então desmembrada da Paróquia de Sant´Ana de Lavras.

sábado, 12 de maio de 2018

História da Paróquia de Nossa Senhora do Carmo das Luminárias

Paróquia de Nossa Senhora do Carmo (Luminárias)

Forania de Lavras
Padroeira: Nossa Senhora do Carmo
Dia Maior: 16 de julho
Pároco: Pe. João Rodrigues Dantas

O título “Nossa Senhora do Carmo” ou “Nossa Senhora do Monte Carmelo”, como também é conhecida, surgiu no século XIII com a formação de um grupo de eremitas no chamado monte Carmelo, na Palestina. O grupo, cujas origens remontam ao profeta Elias, vivia em ritmo de oração e de exercícios espirituais, formando a chamada Ordem dos Carmelitas. Alvo de injustiças e de perseguições, os integrantes da Ordem acabaram espalhando-se pela Europa. Um de seus superiores, Simão Stock, teria recebido um sinal de proteção de Nossa Senhora do Carmo – um escapulário – que se tornou o símbolo da devoção à Virgem.

Os primeiros registros da Paróquia de Nossa Senhora do Carmo, de Luminárias, datam de 1798, tornando sua história bicentenária. Uma família teria chegado à região e erguido uma capela onde foi colocada a imagem de Nossa Senhora do Carmo. A região que passou a ser conhecida por “Carmo das Luminárias” constituiria, em 1949, o município de Luminárias.

A igreja primitiva, primeira capela da cidade, ficou abandonada por muitos anos até ser reformada, por volta de 1985. A reforma acabou descaracterizando-a de seus aspectos originais, com mudanças como a substituição do assoalho de madeira por ardósia. Atualmente, ela passa por nova fase de restauração a fim de resgatar suas características bicentenárias.

sábado, 5 de maio de 2018

História da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição das Carrancas

Paróquia de Nossa Senhora da Conceição (Carrancas)

Forania: Andrelândia
Padroeira: Nossa Senhora da Conceição
Dia maior: 08 de dezembro
Pároco: Padre Eder Sebastião Santos

Consta no histórico de Carrancas que por volta do ano de 1720 foi feita uma Capela em homenagem a Nossa senhora da Conceição e, naquele tempo, o próprio povoado se denominava “Nossa Senhora do rio Grande”, e que posteriormente passou a chamar-se “Nossa Senhora da Conceição de Carrancas”.

Essa Capela ou Igreja entrou em funcionamento em 1732, doze anos depois de iniciada. Foi elevada à Categoria de Freguesia (Matriz), hoje Paróquia, em 1736. Nesta época, a Freguesia tinha as seguintes capelas filiais: Nossa Senhora Madre de Deus (1737); Nossa Senhora da Piedade (1748); São Miguel do Cajuru (1749; Santana de Lavras (1751); Serranos (1752); Capela do Saco (1755); Santo Antônio do Curralinho (1757); Santo Antônio do Rio Verde (1763); Espírito santo de Pitangueira (1767).

sábado, 28 de abril de 2018

Uma relíquia do passado

Um buraco feito na Rua Sant'Ana para melhorias nos encanamentos revelou algumas relíquias há muito guardadas sob a pavimentação.

Tratam-se de alguns dormentes da antiga linha de bondes que circulou em Lavras entre 1911 e 1967! As madeiras permaneceram preservadas após tanto tempo, incluindo alguns cravos de ferro ainda visíveis.

Para saber mais sobre a história dos bondes lavrenses, clique aqui.


sábado, 14 de abril de 2018

Contagem regressiva para o Sesquicentenário da Cidade de Lavras

Estamos na contagem regressiva para o dia 20 de julho, aniversário de 150 anos da cidade de Lavras, data muito propícia para um olhar mais atencioso à nossa história. Faltam 100 dias para essa importante data.

O Governo Municipal de Lavras realizará várias atividades comemorativas para marcar este Sesquicentenário, como exposições, concursos, lançamento de livros e vídeos, além de diversas apresentações e atividades culturais.


sábado, 7 de abril de 2018

História da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida de Lavras

Paróquia de Nossa Senhora Aparecida (Lavras)

Forania: Lavras
Padroeira: Nossa Senhora Aparecida
Dia Maior: 12 de outubro
Pároco: Pe. Marcos Alexandre Pereira

O surgimento de nossa comunidade se deu através de uma graça recebida pela esposa do senhor Joaquim Sales, dona Ana Sales. Dona Ana pediu ao marido que doasse uma área para construção de uma capela para Nossa Senhora Aparecida, assim fez seu esposo. 

Pelos meados dos anos 50 era uma capelinha que comportava seis pessoas. Na década de 60, a capacidade foi aumentada para um numero de 20 pessoas. Foram acontecendo reformas conforme as necessidades. 

No início tínhamos como fonte de renda o serviço alto-falante que funcionava todos os dias, onde oferecia música para os aniversariantes e namorados, dizendo, por exemplo: “alguém oferece a alguém, e este alguém sabe quem”. As folias de reis visitavam a igreja antes de sair visitando as famílias. Também se montava circo ao lado da igreja e teatro de bonecos. 

sábado, 31 de março de 2018

História da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima de Lavras

Paróquia de Nossa Senhora de Fátima (Lavras)

Forania: Lavras
Padroeira: Nossa Senhora de Fátima
Dia maior: 13 de maio
Pároco: Pe. Clayton Nogueira

No ano de 1958, quando então os padres da Congregação do Sagrado Coração de Jesus atuavam juntamente com a comunidade do Bairro Nova Lavras, decidiram pela construção, no bairro, ao lado de um cruzeiro onde hoje se situa a Igreja Matriz, de uma Igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário, porque, naquela época, ocorria anualmente um encontro no cruzeiro, organizado pelos congadeiros, para celebração da festa de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito.

Todavia, com a visitação da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima a esta cidade, cuja imagem percorreu o Bairro da Nova Lavras, debaixo de numerosos arcos de bambu, dirigindo-se até o cruzeiro, decidiu-se pela mudança do nome da padroeira, passando a capela a denominar-se Nossa Senhora de Fátima, em memória daquele belo acontecimento. A comunidade de Nossa Senhora de Fátima, vinculada à Matriz de Sant’Ana, era atendida pelos padres do Seminário Dehonista de Lavras (SCJ), sendo que, segundo relatos dos paroquianos desta comunidade, um dos grandes sacerdotes que trabalhou a fé, a unidade, além de plantar nesta comunidade obras para o seu crescimento espiritual e social, como a ampliação da antiga Capela de Nossa Senhora de Fátima, foi o estimado Padre José Napoleão, que hoje atua junto ao Seminário de Corupá, no norte de Santa Catarina.

sábado, 24 de março de 2018

História da Paróquia de São Sebastião de Lavras

Paróquia de São Sebastião (Lavras)

Forania de Lavras
Dia Maior: 20 de janeiro
Pároco: Pe. Antão Roberto de Melo

Atendendo a um antigo anseio da comunidade católica da zona sul da cidade de Lavras, a Capela São Sebastião foi desvinculada da Paróquia Sant'Ana, no dia 05 de agosto de 1984, passando a se denominar Paróquia São Sebastião de Lavras. A construção da igreja matriz foi iniciada em 1968 aos cuidados do Padre Teodoro, SCJ. Em 1978 ela foi concluída recebendo 52 bancos para os fieis. Passou por algumas reformas ao longo desses anos. 

Assumiu como primeiro pároco o Revmo. Sr. Pe. Fábio Rômulo Reis, sucedido pelo Revmo. Sr. Pe. Neidir Antônio Nogueira Vale, em seguida pelo Revmo. Sr. Pe. Claudir Possa Trindade, pelo Revmo. Sr. Pe. Luiz Eustáquio do Nascimento e atualmente pelo Revmo. Sr. Pe. Antão Roberto de Melo empossado em 07 de maio de 2013 e até hoje se encontra no ofício. 

sábado, 17 de março de 2018

História da Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora de Lavras

Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora (Lavras)

Forania de Lavras
Padroeira – Nossa Senhora Auxiliadora
Dia Maior – 24 de maio
Pároco: Pe. Odair José de Carvalho.

No dia 20 de março de 1968, a Igreja Nossa Senhora Auxiliadora se desmembrava da Paróquia de Sant'Ana. Nascia a Paróquia N.S. Auxiliadora, a segunda da cidade de Lavras, sob os cuidados do pe. João Batista Prost, nomeado primeiro pároco. Um desfecho satisfatório para uma comunidade que já havia iniciado os serviços pastorais e a construção da casa paroquial em 1966.

Durante 30 anos, a igreja matriz foi assistida pelos padres da Congregação do Sagrado Coração de Jesus, a qual pertencia o pe. João Batista, auxiliados pelos sacerdotes da Escola Apostólica Dehonista, o Seminário de Lavras. Para o atual vigário paroquial da paróquia N.S. Auxiliadora, pe. Odair José de Carvalho, daí vem a devoção do povo lavrense ao Sagrado Coração de Jesus. “Quando a Matriz saiu das mãos dos religiosos da Congregação e passou a ser administrada pela diocese, houve até uma resistência por parte do povo. Mas, hoje em dia, não há problemas, a comunidade já é bem engajada”, diz pe. Odair.